Inscreva seu trabalho científico

REGULAMENTO

APRESENTAÇÃO

Atualmente o potencial medicinal da Cannabis já é reconhecido para o tratamento de doenças graves como Parkinson, Epilepsia e Alzheimer, assim como para enfermidades que afligem milhares de pessoas em todo o mundo como dores crônicas e câncer. Por estes motivos especialistas da área médica já acreditam que a Cannabis será tão importante para a humanidade durante o século XXI quanto os antibióticos foram durante o século XX.

Além disso, devido a sua alta produtividade e rusticidade, quando comparada a outras culturas agrícolas, e também a diversidade e qualidade dos produtos para os quais a Cannabis é uma excelente matéria prima de fonte renovável, as plantas deste gênero já são consideradas uma nova commodity agrícola por países importantes como Estados Unidos, Canadá, Alemanha, China e Israel.

Estimativas já indicam que este mercado movimenta mais de U$340 BI anualmente em todo o mundo, e a Cannabis e seus derivados, que englobam desde produtos da indústria de transformação como a de papel e celulose, alimentícia ou de cosméticos, até as indústrias de tecnologia de ponta como a automobilística, já são produtos de exportação de países como Uruguai, Colômbia, China e Israel, voltados principalmente para o mercado europeu e canadense.

Ao longo do tempo, devido à marginalização pela qual esta planta passou, muitos estudos foram negligenciados, principalmente nos países menos desenvolvidos. Porém nos últimos anos este cenário vem mudando e no dia 11/12/2019 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária publicou no Diário Oficial da União as regras para a produção e venda de produtos a base de Cannabis no Brasil.

Estas regras passam a valer 90 dias após a publicação. Portanto é importante que a população tenha acesso a estas informações e que o Brasil desenvolva mais pesquisas e tecnologias nesta área já que, a partir de agora os diversos setores relacionados tanto a agricultura quanto a indústria farmacêutica possuem enorme potencial de expansão no país com esta cultura agrícola emergente.

Com o objetivo de contribuir para a discussão técnica e científica dos diversos temas relacionados à planta Cannabis sativa L., divulgar os resultados de pesquisas científicas sobre o tema, além de incentivar o desenvolvimento de novos estudos, convidamos pesquisadores das diferentes áreas do conhecimento interessados a enviar propostas sobre os diversos temas que se relacionem com esta planta, tais como:

  1. Potencial médico, farmacêutico e terapêutico;
  2.  Aspectos agronômicos (botânica, fisiologia, nutrição, manejo, entre outros);
  3.  Questões regulatórias e de mercado;
  4.  Política de drogas;
  5.  Aspectos socioeconômicos;
  6.  Análises químicas e métodos de extração.

OBJETIVO

Além de ampliar a discussão científica sobre diversos temas relacionados à Cannabis, esta sessão pretende contribuir para dar maior visibilidade aos pesquisadores e cientistas nacionais, promovendo um contato direto entre os autores dos trabalhos e o público em geral. Com a apresentação dos painéis também será possível ampliar o assuntos abordados durante o evento, permitindo a construção de conhecimentos multidisciplinares.

PÚBLICO ALVO E FORMATO DA APRESENTAÇÃO

Esta sessão tem como público alvo acadêmicos dos diversos níveis de formação (graduação e pós-graduação) e profissionais das diversas áreas do conhecimento como: ciências agrárias, ciências humanas, ciências exatas e ciências da saúde.

O trabalho deverá ser apresentado na forma de painel que deverá ter, obrigatoriamente, as dimensões de 1,2 X 0,9 m. Os trabalhos deverão ficar expostos durante todo o evento na área destinada para os mesmos (Espaço Multiuso do Espaço Acadêmico-Cultural Fernando Sabino, Universidade Federal de Viçosa, campus Viçosa, MG).

O autor deverá estar inscrito no evento e permanecer junto ao painel durante todo o horário da apresentação que será no dia 29 de maio de 2020 das 10:00 às 12:00 horas.

NORMAS PARA SUBMISSÃO

Para a submissão deverá ser enviado um resumo da proposta até o dia 26 de abril de 2020. Os resumos deverão ser redigidos em português ou inglês.

Os resumos devem estar sob a seguinte formatação: máximo de 25 linhas, fonte Times New Roman 12, parágrafos justificados, espaçamento 1,5, margem padrão (inferior/superior: 2,5 cm; direita/esquerda: 3,0 cm). Os resumos devem conter: título da comunicação, autores e vínculo institucional, resumo e três palavras-chave.

As propostas devem ser enviadas em arquivo e PDF, no seguinte formato: Sobrenome, nome. Título da comunicação.

CRONOGRAMA

Submissão: até dia 26 de abril de 2020

Divulgação dos resultados: até o dia 10 de maio de 2020

Apresentação dos painéis: dia 29 de maio de 2020

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

CONFIRME SUA PRESENÇA HOJE MESMO!
Não fique fora do maior evento sobre Cannabis de Minas Gerais.